CONCEITO NEURIEVOLUTIVO BOBATH


Elaborado em 1940 pelo neurofisiologista Dr. Karel Bobath e pela fisioterapeuta Berta Busse Bobath, o conceito Bobath trata-se de uma abordagem interdisciplinar ao tratamento de pacientes que não podem mais realizar todas as atividades do seu dia a dia devido a fisiopatologias neurológicas, visando habilitar e reabilitar esses indivíduos.


Podem realizar o tratamento a partir do Conceito Neuroevolutivo Bobath sem contra-indicações os pacientes que foram diagnosticados com as seguintes doenças:


  • Acidente Vascular Encefálico;
  • Traumatismo craniano;
  • Lesão medular;
  • Doenças neurodegenerativas;
  • Polineuropatia;
  • Déficit de equilíbrio relacionados com a senilidade;
  • Paralisia cerebral;
  • Síndrome de Down;
  • Prematuros / Atraso no Desenvolvimento Neuropsicomotor Global.

Neste conceito os objetivos funcionais são estabelecidos pelos pacientes, familiares e terapeutas em conjunto, tendo como foco desenvolver as habilidades transitivas de mobilidade e as práticas de interação com o meio ambiente. O Conceito Neuroevolutivo Bobath também é utilizado para recuperar a postura e os movimentos que estão atrasados, em falta ou são atípicos.