Notícias

Desvios de coluna

Postado por : Clínica Cauchioli
12 abr 18

Clinica-Cauchioli---Blog--desvio-de-coluna-2

A coluna vertebral vai do crânio ao cóccix e possui 33 vértebras ligadas por alguns elementos, tais como os discos intervertebrais. Essas vértebras servem para sustentar o corpo, estabilizar a cabeça e preservar a medula espinhal. O desvio da coluna é o não alinhamento da coluna vertebral, resultando em alguns desvios, tendo como exemplo cifose, lordose e escoliose.

Cifose

A curvatura para fora na parte superior da coluna vertebral tem o nome de cifose. Apesar de todos nós termos as costas um pouco arqueadas neste ponto, pessoas que possuem mais de 45 graus de curva precisam analisá-la. Os sintomas incluem dores nas costas, sensibilidade na região afetada e cansaço.

Lordose
A lordose é uma curvatura considerada natural, exceto nos casos em que a cervical está acima de 40 graus e abaixo de 20 graus, na região cervical, ou acima de 40 e abaixo de 60 graus na lombar, ganhando os nomes de hipolordose (curvatura menor) e hiperlordose (curvatura maior), respectivamente.

Dores no pescoço, formigamentos e rigidez são os sintomas da hipolordose, enquanto pacientes afetados pela hiperlordose sentem dores nas costas, fraqueza no abdômen e dificuldade para pegar peso.

Escoliose

A escoliose é uma alteração da curvatura para um dos lados do corpo. Essa condição, que causa assimetria dos ombros ou quadris, desconforto muscular e coluna vertebral arqueada para a direita ou para a esquerda, pode ser congênita e é capaz de surgir em qualquer fase da vida, sendo que as mulheres possuem mais risco.

Cuidados
A postura correta é a principal recomendação para quem não deseja ter doenças relacionadas ao desvio de coluna. Contudo, evitar o sedentarismo e ter uma alimentação saudável também faz parte da lista de prevenções.

A Clínica Cauchioli possui uma equipe multidisciplinar em diversas áreas da reabilitação física e mental. Entre em contato e saiba mais.