Notícias

Entenda a relação entre Enxaqueca e Botox

Postado por : Clinica Cauchioli
28 mar 16

Cauchioli_-_Blog_-_Botox_e_Enxaqueca

A enxaqueca é um tipo de dor de cabeça forte, que possui como características sua intensidade de um lado, ou em ambos, enjoos, vômitos, fotofobia (a dor piora com a luz), fonofobia (a dor piora piora com ruídos) ou osmofobia (a dor piora com fortes odores). Além destes sintomas, as pessoas que possuem enxaqueca pode enxergar imagens, pontos e focos de luz e brilhos .

A doença pode ser dividida em duas classes, de acordo com a sua frequência: Episódica, que ocorre de 1 a 2 vezes por semana, ou Crônica, se ocorrer durante mais de 15 dias por mês.

De uns anos para cá, alguns tratamentos foram testados e entre eles o uso da toxina botulínica. Alguns estudos mostram que a aplicação desta toxina, que é feita com uma injeção subcutânea, pode gerar uma grande melhora nas dores de pacientes com enxaqueca crônica.

Os mecanismos de ação da Toxina Botulínica ainda estão sendo estudados, mas acredita-se que o botox iniba a liberação de substâncias que podem causar inflamações nos nervos. A melhora não é imediata, mas em questão de uma ou duas semanas, já é possível notar bons resultados.

As aplicações devem ser realizadas com intervalo de três meses, para evitar que se formem anticorpos e a perda do efeito à médio e longo prazo. Os efeitos duram de três a seis meses.